quinta-feira, 2 de setembro de 2010

Mulher usa ‘arame farpado’ na coxa para inibir desejos sexuais


A britânica Sarah Cassidy, de 43 anos, usa um cilício (objeto usado sobre a pele para mortificação e penitência) na coxa toda a noite para reprimir seus desejos sexuais, segundo reportagem do jornal inglês "Daily Mail".

Solteira e sem filhos, Sarah destacou que não bebe, abomina drogas e nunca teve relações sexuais. Para continuar virgem, ela coloca o cilício em sua coxa durante duas horas por dia para inibir qualquer desejo sexual.

A mulher trabalha como diretora de uma escola primária no Reino Unido.

Fonte: http://noticiasemanchetesbizarras.blogspot.com/2010/09/mulher-usa-arame-farpado-na-coxa-para.html

________________________________________________________________________

Quem nunca ouviu falar na estratégia do banho gelado?

Quando estamos a perigo e a ponto de fazer qualquer bobagem por conta da volúpia sexual, trata-se da receita mais tradicional para acalmar os ânimos. Uma concentração na atividade profissional pode ajudar a “esfriar a cuca”, creio até que se o trabalho é muito mais “brochante” do que estimulante. Sendo assim, trampar demais estressa tanto que chega a relaxar o bilau.

Um conhecido vive um dilema um tanto sofrível. A esposa está em dieta pós-parto. Pela forma como reclama desse estágio de sua companheira, parece que pra ele é importante dar um “picote” o quanto antes. Reza a lenda que se demorar muito sobe a pressão pra cabeça.

A diretora aí resolveu apelar para o cilício. Prática bem comum no catolicismo medieval, alguns contemporâneos ainda usam. Por isso não sei divisar diferenças essenciais da igreja medieval da atual. Reconheço minha ignorância histórica e religiosa. Não esquentem não o tapado sou eu!

Penso nos distúrbios mentais que uma escola pode fazer na cabeça de um ser humano ao longo dos anos. Qual seria o castigo maior: aposentar como diretora ou usar o cilício? Para Nietzsche o castigo melhora aquele que o aplica. Agora entendi! Por falta de alguém que a fizesse evoluir, a diretora resolveu crescer por si mesma. Diretores de escola são mestres nisso, pois comportam como se não precisassem de ninguém. É a tal da auto-suficiência.

Por isso adoro viver em sociedade e depender dos outros...

3 comentários:

Monster Studios disse...

Nossa arame farpado na coxa....nossa isso deve doer ... tomara que não vire moda aqui no Brasil.

Ronaldo disse...

essa mulher é doida

ellencris.moor disse...

e melhor correr atras de um queijo na ladeira do reprimir um dezejo sexual nao tem arame que de jeito so o temor de DEUS.................................Firami.